A História do Samba e suas Vertentes

A História do Samba - Imagem representando o Samba, esta imagem circula na internet

O samba é um dos gêneros musicais mais representativos do Brasil, tendo conquistado um lugar de destaque na cultura popular do país.

Com raízes profundas na cultura afro-brasileira, o samba nasceu nas regiões portuárias do Rio de Janeiro no final do século XIX e início do século XX.

Desde então, evoluiu e se diversificou em várias vertentes, cada uma com suas características únicas.

Neste texto, exploraremos as origens do samba, as principais vertentes do gênero e a importância das escolas de samba na consolidação e expansão do samba como um símbolo nacional da cultura brasileira.

As Origens do Samba

Da Cultura Afro-brasileira às Rodas de Música e Dança

As origens do samba estão ligadas às rodas de música e dança que aconteciam nos quintais das casas de samba, nos bairros pobres do Rio de Janeiro, e que reuniam negros, mulatos e brancos pobres.

Essas rodas eram compostas por instrumentos como o cavaquinho, o pandeiro e o violão, e misturavam elementos da música africana, indígena e europeia.

A História do Samba - Instrumentos utilizados no Samba

A evolução do samba: dos primeiros registros a grandes nomes da música brasileira

Um dos primeiros registros do samba foi em 1917, com a música “Pelo Telefone”, de Donga e Mauro de Almeida.

Um marco importante na história da música brasileira, seu sucesso ajudou conferir notoriedade ao samba perante a classe artística brasileira e da gravadoras que já se instalavam no país. Desde então, o samba evoluiu e se diversificou em diversas vertentes.

Imagem de 1966

Esta evolução passa pela influência que grandes nomes da música brasileira, como Noel Rosa, Cartola, Ary Barroso e Dorival Caymmi, entre outros.

Esses artistas ajudaram a consolidar ainda mais o gênero, adicionando novas ideias musicais, poéticas e temáticas.

Eles também ajudaram a expandir o alcance do samba, levando-o para fora dos bairros populares e tornando-o uma forma de arte popular em todo o Brasil.

A História do Samba - Panel do Samba, divulgação da cidade de Mogi Mirim SP
O Memorial do Samba fina na cidade de Mogi Mirim SP

As principais vertentes do samba

O samba se diversificou ao longo dos anos, dando origem a diferentes vertentes, como o samba de roda, o partido alto, o samba enredo, o samba de breque, entre outros.

Cada uma dessas vertentes tem suas características, como vemos nas 4 principais vertentes.

A História do Samba - A democracia da roda de samba

Samba de roda

O samba de roda é uma das mais antigas manifestações do samba, originária do Recôncavo Baiano, na região de Santo Amaro.

Nele, músicos e dançarinos formam uma roda em que todos cantam, batem palmas e dançam juntos. O samba de roda é geralmente acompanhado por instrumentos como o berimbau, pandeiro e atabaque.

Sua origem remonta ao período da escravidão, quando os africanos realizavam festas religiosas em que o samba de roda era a principal forma de celebração.

O partido alto

Os participantes caracterizam o partido alto pela improvisação de letras e melodias, em que um cantor lidera e os outros respondem em coro.

O partido alto geralmente apresenta letras com tom humorístico e irreverente, e os ritmos são mais acelerados do que em outros estilos de samba.

O samba enredo

O samba enredo é uma vertente do samba que surgiu no carnaval carioca, em que as escolas de samba apresentam um enredo para competir no desfile de carnaval.

Nesse estilo de samba, é necessário abordar de forma criativa um tema específico utilizando elementos da história e da cultura brasileira nas letras.

O samba enredo é uma forma de contar uma história por meio da música e da dança, e é um dos momentos mais esperados do carnaval brasileiro.

Samba de breque

O samba de breque é um estilo de samba que se popularizou na década de 1950, em que o cantor faz pausas na música para declamar ou falar frases curtas.

Esse estilo de samba é marcado por uma linguagem poética e uma interpretação teatral, em que o cantor tem liberdade para improvisar.

É um estilo que exige muito da interpretação e do ritmo, e foi popularizado por artistas como Moreira da Silva e Bezerra da Silva.

O papel das escolas de samba

Popularização e diversificação do samba

Na década de 1930, o samba se tornou ainda mais popular com a criação das escolas de samba. Essas escolas desfilavam no Carnaval carioca com grandes produções musicais e visuais, contando histórias sobre temas variados.

A partir daí, o samba se expandiu ainda mais, tornando-se um símbolo nacional da cultura brasileira.

A História do Samba - Imagem do desfile de carnaval, turismo e emprego no Brasil com este movimento cultural.

As escolas de samba trouxeram novas abordagens e estilos ao gênero, criando novas vertentes e ajudando a tornar o samba uma das maiores expressões culturais do Brasil, que continua influenciando e inspirando gerações até hoje.

Além disso, as escolas de samba também tiveram um importante papel social, reunindo pessoas de diferentes classes sociais e criando uma sensação de comunidade e solidariedade.

As pessoas transformaram o Carnaval em um momento de celebração, onde deixavam todas as diferenças de lado em nome da alegria e da música.

O Carnaval

Importante na geração de emprego e turismo

O samba e o Carnaval também se tornaram uma importante indústria cultural, gerando empregos e movimentando a economia local.

Além das escolas de samba, muitos outros profissionais trabalham na produção e organização do Carnaval, como músicos, dançarinos, artistas plásticos, costureiras, aderecistas, entre outros.

O Carnaval é uma época muito esperada pelos brasileiros, e atrai turistas do mundo inteiro que vêm experimentar essa festa única e contagiante.

O Samba se reinventa

Ele permanece como o símbolo da nossa cultura

Hoje em dia, o samba continua sendo uma importante expressão cultural do Brasil. Muitos artistas, como Zeca Pagodinho, Martinho da Vila, Alcione e Beth Carvalho, entre outros, mantêm a tradição do samba viva.

Ao mesmo tempo, novos artistas incorporam suas próprias influências e estilos ao gênero, criando novas vertentes e expandindo ainda mais a diversidade do samba.

Além disso, pessoas celebram o samba em diversas festas e eventos ao redor do mundo, ajudando a difundir a cultura brasileira para além das fronteiras do país.

Com sua rica história e sua capacidade de se reinventar, o samba permanece como um dos símbolos mais vibrantes e autênticos da cultura brasileira.

O samba é uma das principais expressões da cultura brasileira e uma fonte de inspiração para muitos artistas e nos demais gêneros musicais.

Três links essenciais sobre o samba

E aí, galera do samba! Se vocês estão procurando mergulhar ainda mais no universo desse gênero musical incrível, eu tenho três links de grande qualidade para indicar.

O primeiro é o Muse do Samba, lá você encontra informações sobre história, cultura, artistas e muito mais. É uma verdadeira aula de samba!

Logo do Museu do Samba

O segundo é o Ciência Hoje, que pode parecer um pouco para fora do contexto, mas tem um artigo super interessante sobre O samba e a indústria cultural. É um texto bem bacana para entendermos um pouco mais sobre as complexidades que envolvem a produção do samba.

Instituto Ciência Hoje

E por último, mas não menos importante, temos o site da Funart. Lá você encontra uma vasta coleção de documentos, artigos e fotos sobre o samba e outros gêneros musicais brasileiros. Certamente vai enriquecer ainda mais o seu conhecimento sobre o samba.

FUNARTE - A Fundação Nacional de Artes é uma fundação do governo brasileiro

Bom, pessoal, esses são os meus três links favoritos para quem quer se aprofundar no samba.

Espero que gostem e, se tiverem alguma outra dica, não deixem de compartilhar nos comentários! E vamos curtindo Donga mais uma vez.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook
Pinterest
X
Email
WhatsApp